Quem diz que rejeita a moda está mentindo!

segunda-feira, abril 01, 2013



Sempre que se aproxima uma nova estação, de frio ou calor, a gente vê as vitrines cheias de novidades da moda e surge aquela vontade de comprar alguma coisa para renovar o armário, não é? E nessa semana passada em que o Outono começou, também aconteceu um dos maiores eventos fashion do Brasil, só que com tendências lá para o verão! Pois é, a moda está sempre um passo a frente nas tendências que iremos desejar e vestir.
Quem não trabalha ligado a essa área, ou não tem muito interesse pelo mundo da moda, pode achar que moda é só para alguns, como aquele amigo diferente que sabe combinar as cores e modelagens, ou aquela amiga que conhece todas as grifes e anda sempre na última tendência. Mas a verdade é que, mesmo quem rejeita a moda, de alguma maneira a usa para se expressar!
Pense bem, do momento em que você acorda e precisa se vestir para ir trabalhar ou estudar, até o momento em que você vai dormir, a moda está presente. Afinal criamos roupas especiais até para quando estamos sem fazer nada, dormindo! Mas em todos esses momentos o que você veste ajuda a dizer quem você é ou gostaria de ser, e isso é o mais legal da moda, a possibilidade de podermos nos expressar através das roupas que estamos usando.


Reduzir a moda a algo fútil ou tendências engessadas é um erro, porque a moda é muito mais que isso. Podemos contar a história de um povo através das suas vestimentas, ou reconhecer uma tribo só de olhar as roupas que os integrantes usam, ou até mesmo diferenciar profissões através dos uniformes usados. Tudo isso também é moda.
Claro que o mais comum quando pensamos em moda é lembrar das passarelas, dos desfiles, das grifes famosas… Mas você sabia que mesmo uma coleção criada por um estilista renomado pode ter sido inspirada no que as pessoas estão usando nas ruas? A moda é um ciclo e as tendências são muitas vezes resultado do desejo coletivo. Toda essa renovação a cada estação é muito mais do que apenas novas tendências que precisam ser usadas e ponto final.
Essa renovação também pode ajudar a gente a se renovar e a repensar quem somos, quem gostaríamos de ser, e a expressar nossos pensamentos, ideias, sentimentos e opiniões através das roupas que escolhemos vestir a cada dia.
Fonte: www.tanlup.com

Beijos 
Equipe Carolina Peclat Ateliê

You Might Also Like

2 comentários

  1. Gostei do post Carol vc tem razao eu adoro a moda street pq diz mto mais sobre mim mesma do q as passarelas beijocas

    ResponderExcluir
  2. Concordo com tudo que você diz, Carol... Já foi a época que moda era ligada a futilidade. Hoje ela é um mundo muito mais amplo e queira ou não queria todo mundo tem um pouquinho dela dentro de si!

    Só pra constar, acabei de descobrir o seu blog e estou amando tudo! Devorando todos os posts... hahaha Tô te seguindo!

    Beijos, Deni
    vivendosemprada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Google+ Followers

LEITORAS